Respirar é um sinônimo de vida e é essencial para a nossa sobrevivência. Entretanto, muitos brasileiros sofrem com doenças respiratórias, que podem ser causadas por diversos motivos, entre eles a poluição, cigarro, clima seco, entre outros.

Continue a leitura e conheça mais sobre algumas dessas doenças que são muito comuns e afetam milhares de pessoas no país!

O que são doenças respiratórias?

As doenças respiratórias afetam as vias nasais, faringe, laringe, brônquios, traqueia, diafragma, pulmões e alvéolos pulmonares das pessoas, causando dificuldade para respirar e incômodo nas pessoas.

Como as vias respiratórias ficam expostas a poeira, ácaros, fungos, entre outros agentes perigosos, há muitos riscos de contaminação por vírus e bactérias. Principalmente quando os as pessoas estão em ambientes fechados e com aglomeração, como é o caso do coronavírus, uma doença que afeta o sistema respiratório.

Quais são as principais doenças respiratórias?

Existem vários tipos de doenças respiratórias e algumas são bem comuns, afetando milhares de pessoas. O Brasil é o 8ª país do mundo com mais casos de asma, por exemplo, segundo dados da Organização Pan-Americana da Saúde. 

Conheça mais sobre essa enfermidade e outras a seguir: 

Asma

A asma atinge pessoas de todas as faixas etárias, mas principalmente as crianças. Uma crise asmática ocorre quando há inflamação nos brônquios, que são as estruturas por onde o ar é transportado. Com isso, acumulam-se secreções, prejudicando o fluxo do ar e impedindo a sua passagem. 

A asma não tem cura, porém é muito importante identificar rapidamente os fatores que geram as crises para poder evitá-los. Assim, é possível iniciar o tratamento com remédios que facilitam a respiração por meio da broncodilatação.

Bronquite

Muitas pessoas confundem asma com bronquite, pois esta também causa inflamação nos brônquios e sintomas muito parecidos com a outra doença. No entanto, uma das principais diferenças é que a bronquite se manifesta por um período maior que as crises momentâneas da asma, durando cerca de 3 meses, por 2 anos seguidos.

Pneumonia

A pneumonia também acomete muitos brasileiros e é uma doença infecciosa provocada por vírus, bactéria, fungo ou alergias, que também gera secreções nos brônquios, facilitando a contaminação e infecção. 

Além de tosse, a pneumonia causa sintomas como febre alta, dor torácica, alterações na pressão e mal-estar. O tratamento é feito com antibióticos e o paciente deve ser avaliado por um médico o quanto antes, sendo inclusive, em alguns casos, necessária a internação.

Sinusite

A sinusite é a inflamação dos seios paranasais, que são as cavidades ósseas que ficam nos arredores do nariz. Essa área está repleta de glândulas produtoras de muco responsáveis por reter e eliminar as partículas estranhas.

Quando não há drenagem do muco, o local fica repleto de microrganismos propensos à infecção. Isso provoca dor na região entre os olhos e dificuldade na respiração.

Rinite alérgica

Quem tem rinite alérgica sofre bastante de obstrução nasal, espirros, coriza, entre outros sintomas. O clima seco de algumas estações e regiões podem contribuir para que partículas de poeira, poluição, agentes infecciosos e até o pólen, intensifiquem a doença. Em casos mais graves, o tratamento pode até ser feito com vacinas antialérgicas.

Essas são apenas algumas das doenças respiratórias que afetam a população. Caso você tenha sentido algum desses sintomas, procure um médico e inicie o tratamento, se for necessário.

Continue acompanhando a UFERJ para aprender mais informações sobre saúde e bem estar! 

Participe da discussão

  1. Avatar
  2. UFERJ

2 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *