Novembro Azul| Previna-se contra o câncer de próstata

Novembro Azul| Previna-se contra o câncer de próstata
Novembro Azul| Previna-se contra o câncer de próstata

O câncer de próstata é um dos tipos mais frequentes da doença a atingir os homens por todo o país. Apesar de ser uma doença comum, por medo ou por desconhecimento, muitos homens preferem não conversar sobre esse assunto. Mas afinal, você sabe o que é a próstata? Veja como prevenir.

Como detectar o câncer de próstata

A Organização Mundial da Saúde (OMS), acredita em duas maneiras para o diagnóstico: uma destinada às pessoas que apresentam sinais iniciais da doença e outra voltada para pessoas sem nenhum sintoma e aparentemente saudáveis. Para isso, são realizados dois tipos de exames:

Exame de toque retal: O médico avalia tamanho, forma e textura da próstata, introduzindo o dedo protegido por uma luva lubrificada no reto. Este exame permite palpar as partes posterior e lateral da próstata.

Exame de PSA – É um exame de sangue que mede a quantidade de uma proteína produzida pela próstata – Antígeno Prostático Específico (PSA). Níveis altos dessa proteína podem significar câncer, mas também doenças benignas da próstata.

O Ministério da Saúde, assim como a Organização Mundial da Saúde, não recomenda a realização do rastreamento do câncer de próstata por existirem evidências científicas de que o rastreamento sem sintomas produz mais dano do que benefício.

O rastreamento sem critérios ou fatores de risco aumentam as chances de diagnóstico de cânceres, que não evoluiriam nem ameaçaria a vida, submetendo os homens a um tratamento que pode causar impotência sexual e incontinência urinária.

Os sintomas

Além de ter uma taxa de mortalidade alta, o câncer da próstata não apresenta nenhum sintoma nas fases iniciais ou, quando apresenta, são semelhantes aos do crescimento benigno da próstata: dificuldade de urinar, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite. Quando na fase avançada, pode provocar dor óssea, sintomas urinários ou, quando mais grave, infecção generalizada ou insuficiência renal.

Como prevenir

Manter hábitos saudáveis é a melhor forma de evitar a doença. Uma alimentação balanceada com frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, aliada à uma ingestão menor de gordura, ajudam a diminuir o risco de câncer. Da mesma forma, fazer uma atividade física ao menos 30 minutos por dia, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar, são algumas das recomendações que ajudam a prevenir contra essa e outras doenças.

“Essas dicas não vão impedir que uma pessoa tenha câncer de próstata, mas ajudam a diminuir os riscos de se adquirir a doença”, explica o chefe do serviço de Urologia do INCA, Franz Campos.

Uma informação importante no caso do câncer de próstata é a hereditariedade como fator relevante. Caso haja algum parente próximo, pai ou irmão, com a doença antes dos 60 anos, o risco de se ter a doença aumenta entre 3 e 10 vezes, se comparado à população em geral.

A população masculina procura pouco o médico, e isso é um fato que muitas vezes contribui para o avanço da doença. É importante que o homem procure o urologista a partir dos 50 anos, assim como a mulher vai ao ginecologista.

Referências: blog.saude.gov.br

RECEBA MINUTO SAÚDE E BEM-ESTAR

VOLTAR AO BLOG

 

Participe da discussão

  1. Avatar

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *